7.12.16


Restriction du domaine de la lutte



Com tempo e determinação, talvez se conseguisse
transformar a vítima em agressor,
trocar a miséria de uns pela miséria dos outros,
fazer do poder humilhação, da soma
da dor de uns o sofrimento dos restantes.
Talvez, ela própria, do oprimido o opressor.
Ver-se-ia enfim do lado certo da história,
mas o mundo permaneceria tão repugnante quanto antes.
Continuaria, pela manhã,
a ver-se ao espelho sem gostar do que via.
Na distribuição da fome e da violência, tratar-se-ia só
de tirar a uns para dar aos outros.
E ela não se via em nenhum dos lados.