9.3.17


Prova de vida


Talvez a única forma de existir fosse ser
tributável,
fazer-se acompanhar de um documento
de identidade,
do contrato de arrendamento, do extracto bancário,
expor-se em palco nos festivais da moda.
Talvez, haveria quem pagasse,
frequentar os frequentáveis,
ser conhecida dos conhecidos,
tornar o mundo mais evidente,
fazendo parte do pequeno mundo.
Toda a gente, sabia-se, conhecia toda a gente.
Toda gente, supunha, excluía sempre
os excluídos.
Não se propunha contrariá-lo.