21.6.18

Índice anotado: Leonel Brim


Falava uma língua acabada de criar. Uma há muito morta.
Compreendia que ninguém compreendesse. Lamentava-os.